O Propósito da Arte

Ilustração de Arthur Rackham para o livro “Alice in Wonderland” de Lewis Carroll. Source: Laughing Elephant

No post anterior falei sobre a difícil tarefa que um adolescente tem de escolher uma profissão não tradicional, como a arte e o quanto eu me questionei até pouco tempo as escolhas que fiz. Então, agora quero contar um pouco sobre o que, para mim, é o propósito da arte.

A começar pela música.

Ah! Bendito aqueles que criaram a música! Ela tem o poder de nos deixar felizes… ou tristes! Música é como um remédio auditivo tomado em doses homeopáticas. Usamos a música para nos acalmar, para comemorar ou até para que ela fale por nós. A música pode falar coisas que, muitas vezes, não conseguimos. Ou pode nos comover sem pronunciar palavras, pode nos dizer muito somente com a melodia.

E o que falar do cinema? A sétima arte! E porque sétima? Bom, a arte é tão forte na vida do ser humano e o ajuda a desenvolver cultura que ela foi categorizada em mais de 10 tipos: música, dança, pintura, escultura, teatro, literatura, cinema, fotografia, história em quadrinhos, vídeo game (que integra outras artes) e arte digital. O cinema é o sétimo da lista, e juntamente com filmes e séries nos trazem histórias fantásticas e misteriosas, alegres ou tristes, nos transportam para outros mundos, outros tempos, outras dimensões e têm o poder de satisfazer nosso espírito como também fazem os livros só que, esses, com um plus: o de aguçar nossa imaginação.

E por falar em imaginação, você já imaginou um mundo sem nenhum tipo de arte? Como teríamos o conhecimento da história do mundo, sem arte? Ela faz parte da cultura humana. Foi a arte que nos permitiu conhecer como eram as pessoas e a vida em tempos antigos, como se vestiam, o que comiam, quais eram suas crenças. Nosso conhecimento veio através das gravuras, esculturas, músicas, escritas, livros e, principalmente da pintura, numa época que ainda não existia a fotografia.

E a fotografia? Quem não ama? Outro belo tipo de arte.

A fotografia congela momentos. Ela é a prova de que algo realmente existiu. O tempo é efêmero e a fotografia ajuda a emoldurarmos alguns pequenos instantes. Artistas fotógrafos têm o dom de congelar movimentos, de brincar com a luz e sombras. Algumas fotos são, inclusive, verdadeiras obras de arte pois o fotógrafo conseguiu não só usar o instante que existiu, como nos mostrar apenas com um clique o que não havíamos percebido antes. Fotógrafos observam tudo com outros olhos e de diferentes perspectivas. Acho que todo artista é assim, não é?

Acredito que seríamos seres com mentes completamente difusas, seres ignorantes e atordoados, com assombros constantes típicos de uma mente desequilibrada se ela não existisse. E é justamente quando está difícil se equilibrar na corda bamba da vida, que a mente sã busca refugio na arte para sanar suas dores e não se deixar enlouquecer. Existem inclusive terapias feitas com arte para o tratamento de câncer, doenças mentais e depressão.

Antes de ir, quero deixar registrado aqui a minha forma preferida de arte: a Pintura. Não só por sua história antiga, mas pelas cores. Cores mexem comigo, elas tem o poder de revelar nosso estado de espírito, por exemplo: quando estou feliz me visto de azul (minha cor preferida), quando quero relaxar, branco, quando quero impressionar, cores vivas. Na minha adolescência vivia de preto. E desde que me conheço por gente nunca consegui usar vermelho, apesar de achar bonito.

Recentemente descobri que algumas cores, dependendo do tipo de pele, tem o poder de evidenciar rugas ou escondê-las. Sim, pelo simples fato de usar uma determinada cor de roupa você pode parecer mais velha do que é! Esse estudo chama-se Coloração Pessoal e existem muitos profissionais que dão cursos e consultorias para ensinar a usar as cores certas, o que combina ou não com cada tipo de pele. Para alguns pode parecer frescura, para outros o marketing pessoal pode fazer toda a diferença na vida profissional.

Como você pode perceber as cores são importantes e, na pintura ela é fundamental. É a cor que dá o tom da obra, trabalha o contraste, a luz ou sombra. Mais do que isso, pintura é cor, mesmo que seja uma cor só. Por isso, recentemente, resolvi estudar cores direcionadas para aquarela e estou encantada com as descobertas. Não é incrível podermos representar algo, real ou imaginário, somente com cores?

Mas sabe o que é comum em qualquer tipo de arte: O poder de emocionar em diferentes ângulos, de trazer diálogo, de fazer questionar, de trazer percepção do outro, da vida e da natureza e de conhecer outras verdades, outros pontos de vista, outras perspectivas. Para mim o propósito da arte é mais do que isso, é agregar valor à vida humana e fazer valer nossa existência.

N.

--

--

--

🐞 Art and Design. As vezes escrevo um quê aqui e ali de qualquer coisa. Para ver minha arte, me siga no Instagram: @nanah.art

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Nanah Soares

Nanah Soares

🐞 Art and Design. As vezes escrevo um quê aqui e ali de qualquer coisa. Para ver minha arte, me siga no Instagram: @nanah.art

More from Medium

love is like eating

Practice

Regex Expressions

Five Facts on Friday — 1 #FFF